“O uso da maconha em família”

A maconha pode ser usada em família ? O uso diário de maconha traz prejuízos para a família ?

 

 

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Como saber se o dependente químico quer ajuda ou não?

Como saber se o dependente químico quer ajuda ou não?

Conheci a dona Maria (nome fictício), ela tem um filho adicto há mais de 1o anos.  E várias vezes o seu filho disse para ela tinha vontade de parar de usar drogas. Ele falava que, se sua mãe lhe desse um celular, ele parava de usar drogas.
Ele pediu para sua mãe um carro, pediu mudar de casa e cidade, viagem ao exterior, dentre outras coisas, alegando que pararia de usar drogas. No final da história ele ainda continuava usar drogas, ao ponto de se tornar esquizofrênico, ao longo de sua dependência.
Como saber se meu filho quer parar de usar drogas, ou ele quer me manipular?
Vários usuários querem largar o vício das drogas por diversos fatores. São muitos os motivos, mas nem todos são os verdadeiros que o levará a querer ser ajudado.
Apresentarei alguns dos diversos falsos motivos, em seguida, os motivos verdadeiros.

Falsos motivos:

“Quero parar de usar drogas porque meu filho nasceu, e não quero isso para minha vida.”

“Eu quero parar de usar drogas porque minha mãe e minha família estão “pegando no meu pé.”

“Eu quero parar de usar drogas porque minha mulher ameaçou sair de casa e me abandonar.”

“Eu quero parar de usar drogas porque meu chefe de trabalho descobriu o meu vício e ameaçou-me despedir do serviço.”

Um rapaz de 23 anos junto com sua esposa e um filho recém nascido, procurando ajuda..
Eu o recebi na triagem e ele me relatou o desejo de parar de usar drogas porque o seu filho havia nascido e que sua esposa ameaçou abandoná-lo. Eu o disse que ele não ficaria no tratamento até o final. Ele contrariou-me dizendo que eu estava duvidando da sua capacidade e eu, novamente, afirmei o que havia dito.
Passou um mês e ele abandonou o projeto, como previsto, porque os seus motivos não foram os motivos reais de um dependente quando realmente quer sair dessa situação.
Os falsos motivos usados pelos dependentes químicos, na verdade tem um nome, MANIPULAÇÃO. Quando o usuário sente-se pressionado pela família (pai e mãe), ele tem que dar uma resposta positiva na tentativa de enganar seus familiares.
Ele aceita ajuda para aliviar a pressão sobre ele, depois abandona a ajuda alegando que o programa era fraco, sem estrutura, que não foi com “a cara” do conselheiro, ou estou algum tempo e não estou vendo resultado, etc. Na verdade ele nunca quis ajuda.
Outro exemplo clássico é caso da esposa que ameaça se separar e sair de casa. Ele diz para ela que vai procurar ajuda, fica uma semana (ou um pouco mais) sem usar drogas para demonstrar o seu “esforço”, procura um tratamento, mas no fim, ele abandona tudo isso e volta para as drogas.
Muitas vezes a esposa, mãe e pai caem nessa manipulação, dizendo que ele está se esforçando, mas que é muito difícil sai do vício.

Quais os verdadeiros motivos?

“Eu quero abandonar meu vício porque a droga está destruindo minha vida e de minha família.”

“Eu quero largar o vício porque estou perdendo tudo em minha vida, saúde, casa, carro, família.”

“Eu quero abandonar o vício porque eu não tenho mais controle sobre a minha vida.”

“Quero parar de usar drogas porque já não sinto mais prazer e não quero viver dessa forma.”

Esses são alguns motivos que reconheço no dependente, quando ele realmente quer se libertar do seu vício.
Não é uma ciência exata, mas ao longo de minha experiência nos aconselhamento em dependência química, é um sinal verdadeiro de um usuário que quer sair dessa situação.
Quando o usuário diz e declara as respostas mencionadas acima, vem acompanhado de vários significados:
Ele reconhece sua impotência perante as drogas e a necessidade de um tratamento na clinica de recuperação.
Ele “quebra” o seu orgulho (o usuário de drogas é muito orgulhoso e arrogante, o que impede de ele pedir ajuda) quando diz essas verdades.
Ele reconhece os prejuízos em sua vida causados pelo vício.
Não caia na manipulação do dependente quando ele te pedir algo, dizendo que vai parar de usar drogas. Além de você gastar seu dinheiro, você ficará frustrado consigo mesmo e com ele. Não se sensibilize com os falsos motivos que ele (a) disser para você.

www.problemascomdrogas.com.br

Plantão 24hs: (19)3877-2579

1

Publicado em alcoolismo, alexandre castanhaira, cantor de forró, dr fabio pinheiro, geraldo luis, tratamento de drogas, tratamento involuntario, Uncategorized | Deixe um comentário

Domingo Show mostra como está antigo ídolo do forró que fez tratamento contra o alcoolismo

http://entretenimento.r7.com/domingo-show/videos/domingo-show-mostra-como-esta-antigo-idolo-do-forro-que-fez-tratamento-contra-o-alcoolismo-02062016

 

 

Mais um trabalho de sucesso no tratamento da Clínica Huxley em Artur Nogueira

com Alexandre Castanheira e Geraldo luis -TV Record1

Publicado em alcoolismo, alexandre castanhaira, cantor de forró, dr fabio pinheiro, geraldo luis, tratamento de drogas, tratamento involuntario, Uncategorized | Deixe um comentário

O que é depressão e como tratar

problemascomdrogas

O que é Depressão?

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Causas

A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.

Sintomas de Depressão

São sintomas de depressão:

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia
  • Falta de vontade e…

Ver o post original 320 mais palavras

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O que é depressão e como tratar

O que é Depressão?

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

Causas

A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.

Sintomas de Depressão

São sintomas de depressão:

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia
  • Falta de vontade e indecisão
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom “cinzento” para si, os outros e o seu mundo
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento
  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)
  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

Tratamento de Depressão

O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente.

Hoje tambem contamos com um tratamento com aparelhos de estimulação magnetica transcraniana

O que é Estimulação magnética transcraniana?

A Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva (EMTr) é uma técnica moderna aprovada em diversos países, incluindo o Brasil, que consiste na aplicação de ondas eletromagnéticas no cérebro para o tratamento de diversas doenças psiquiátricas como a depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, ansiedade, insônias, entre outras.

 

ativao cerebral

Onde tratar?

O Centro Diagnostico Huxley oferece este tratamento com aparelhos de ultima geração, com resultados comprovados, Consute-nos

Tel:(19) 3877-2579

www.problemascomdrogas.com.br

 

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Drogas e Isolamento

                                                   Figura1.jpg

Nos dias de hoje, está mais e mais comum o uso de drogas dentre as pessoas, sejam elas ricas, pobres, ambos os sexos, raças.  A venda e consumo estão cada dia mais fácil, e ai vem a triste realidade. O uso de drogas pode ser dividido em 3 fases, sendo elas:

Paquera: Onde a pessoa começa a descobrir sobre a droga, seus “baratos” e faz o uso  “ Controlado”, utilizando a mesma a cada quinze dias, tendo uma vida social boa até o momento.

Namoro: É a fase onde a pessoa já passa a modificar seus comportamentos, começa a fazer o uso de um modo mais ativo, ou seja, começa a utiliza-la com maior frequência, o que era a cada quinze dias, passa a ser todo fim de semana, o que era apenas “uma”, passa a ser mais, a vida social começa a dar uma balançada, os familiares já não fazem tanta importância durante o uso….

Casamento: É a ultima fase do uso da droga, onde a pessoa já não liga mais pra nada, já não se interessa por nada que está acontecendo ao seu redor, família e amigos não são mais procurados, seu único pensamento é usar.

Nesta fase , a atitude mais clara é o ISOLAMENTO, a pessoa não consegue mais ter uma vida social, deixando assim de conviver com as pessoas mais importantes da vida, que resumindo em uma palavra se chama “FAMÍLIA”.

Nunca deixe uma pessoa que você ama se prejudicar, procure sempre uma ajuda antes que seja tarde.

Lembre-se : Você pode fazer a diferença.

www.problemascomdrogas.com.br

 

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Internação Involuntária. O que é? Como consigo? É eficaz?

Nos dias de hoje, muito é comentado sobre internação involuntária. Muitas vezes é confundido Internação Involuntária com Internação Compulsória.

O que é Internação Involuntária?

Bom, internação involuntária nada mais é do que a medida utilizada quando um dependente químico ou paciente psiquiátrico não aceita ajuda por não conseguir ver a gravidade do problema que possui. Dessa forma ele é intervido com o auxilio de um membro da família.

Como consigo uma internação involuntária?

A medida de internação involuntária é conseguido mediante apresentação da família juntamente com um médico psiquiatra, onde ele diagnostica a gravidade do problema que o paciente se encontra, muitas vezes diagnosticado através de bateria de exames e relatos família sobre a atual situação em que a pessoa esteja levando sua vida, como ambiente que convive, grau de lucidez, estado emocional e físico.

São muitos os pontos relevantes que levam ao profissional avaliar seu paciente.

É eficaz o tratamento?

Em primeira instancia o paciente fica de forma a não concordar com a família sobre a internação, pois o grau de lucidez sobre a gravidade do que estava ocorrendo com sua vida é muito baixo, mais com o passar do tratamento vem o sucesso, mediante tratamento com profissionais bem qualificados, convivendo com pessoas que possuem o mesmo problema que ele, a pessoa vai percebendo que a doença que ela possui não é nenhum “bicho de sete cabeças”, e vai retomando a sua realidade, assim o estado físico, mental e espiritual do paciente vai voltando aos poucos, e a lucidez sobre sua vida e seus conceitos também vão retornando. Com o tratamento adequado para o paciente, ele passa a enxergar a vida de uma outra maneira que a algum tempo atrás não conseguia enxergar, assim fica mais fácil ele ter uma vida saudável, durante e após o tratamento, tornando- se bem eficaz o tratamento.

images

www.problemascomdrogas.com.br

Publicado em tratamento de drogas | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário