Como saber se o dependente químico quer ajuda ou não?

Como saber se o dependente químico quer ajuda ou não?

Conheci a dona Maria (nome fictício), ela tem um filho adicto há mais de 1o anos.  E várias vezes o seu filho disse para ela tinha vontade de parar de usar drogas. Ele falava que, se sua mãe lhe desse um celular, ele parava de usar drogas.
Ele pediu para sua mãe um carro, pediu mudar de casa e cidade, viagem ao exterior, dentre outras coisas, alegando que pararia de usar drogas. No final da história ele ainda continuava usar drogas, ao ponto de se tornar esquizofrênico, ao longo de sua dependência.
Como saber se meu filho quer parar de usar drogas, ou ele quer me manipular?
Vários usuários querem largar o vício das drogas por diversos fatores. São muitos os motivos, mas nem todos são os verdadeiros que o levará a querer ser ajudado.
Apresentarei alguns dos diversos falsos motivos, em seguida, os motivos verdadeiros.

Falsos motivos:

“Quero parar de usar drogas porque meu filho nasceu, e não quero isso para minha vida.”

“Eu quero parar de usar drogas porque minha mãe e minha família estão “pegando no meu pé.”

“Eu quero parar de usar drogas porque minha mulher ameaçou sair de casa e me abandonar.”

“Eu quero parar de usar drogas porque meu chefe de trabalho descobriu o meu vício e ameaçou-me despedir do serviço.”

Um rapaz de 23 anos junto com sua esposa e um filho recém nascido, procurando ajuda..
Eu o recebi na triagem e ele me relatou o desejo de parar de usar drogas porque o seu filho havia nascido e que sua esposa ameaçou abandoná-lo. Eu o disse que ele não ficaria no tratamento até o final. Ele contrariou-me dizendo que eu estava duvidando da sua capacidade e eu, novamente, afirmei o que havia dito.
Passou um mês e ele abandonou o projeto, como previsto, porque os seus motivos não foram os motivos reais de um dependente quando realmente quer sair dessa situação.
Os falsos motivos usados pelos dependentes químicos, na verdade tem um nome, MANIPULAÇÃO. Quando o usuário sente-se pressionado pela família (pai e mãe), ele tem que dar uma resposta positiva na tentativa de enganar seus familiares.
Ele aceita ajuda para aliviar a pressão sobre ele, depois abandona a ajuda alegando que o programa era fraco, sem estrutura, que não foi com “a cara” do conselheiro, ou estou algum tempo e não estou vendo resultado, etc. Na verdade ele nunca quis ajuda.
Outro exemplo clássico é caso da esposa que ameaça se separar e sair de casa. Ele diz para ela que vai procurar ajuda, fica uma semana (ou um pouco mais) sem usar drogas para demonstrar o seu “esforço”, procura um tratamento, mas no fim, ele abandona tudo isso e volta para as drogas.
Muitas vezes a esposa, mãe e pai caem nessa manipulação, dizendo que ele está se esforçando, mas que é muito difícil sai do vício.

Quais os verdadeiros motivos?

“Eu quero abandonar meu vício porque a droga está destruindo minha vida e de minha família.”

“Eu quero largar o vício porque estou perdendo tudo em minha vida, saúde, casa, carro, família.”

“Eu quero abandonar o vício porque eu não tenho mais controle sobre a minha vida.”

“Quero parar de usar drogas porque já não sinto mais prazer e não quero viver dessa forma.”

Esses são alguns motivos que reconheço no dependente, quando ele realmente quer se libertar do seu vício.
Não é uma ciência exata, mas ao longo de minha experiência nos aconselhamento em dependência química, é um sinal verdadeiro de um usuário que quer sair dessa situação.
Quando o usuário diz e declara as respostas mencionadas acima, vem acompanhado de vários significados:
Ele reconhece sua impotência perante as drogas e a necessidade de um tratamento na clinica de recuperação.
Ele “quebra” o seu orgulho (o usuário de drogas é muito orgulhoso e arrogante, o que impede de ele pedir ajuda) quando diz essas verdades.
Ele reconhece os prejuízos em sua vida causados pelo vício.
Não caia na manipulação do dependente quando ele te pedir algo, dizendo que vai parar de usar drogas. Além de você gastar seu dinheiro, você ficará frustrado consigo mesmo e com ele. Não se sensibilize com os falsos motivos que ele (a) disser para você.

www.problemascomdrogas.com.br

Plantão 24hs: (19)3877-2579

1

Anúncios
Esse post foi publicado em alcoolismo, alexandre castanhaira, cantor de forró, dr fabio pinheiro, geraldo luis, tratamento de drogas, tratamento involuntario, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s